Archive for the 'análise' Category

28
Maio
08

O canto de cisne dum Teatro.

Em mais uma publicação da rubrica Estudos Gerais, trago-vos informações relacionadas com a comunicação externa no Teatro de Vila Real, um dos baluartes da cidade e referência nacional pela adesão recorde dos Transmontanos que ao que parece se reconciliaram com a cultura e memória histórica desta mítica cidade. Para os que não a conhecem, aconselho uma visita, para os que já conhecem fiquem a saber quais são as estratégias de difusão do Teatro Municipal de Vila Real:

Continue a ler ‘O canto de cisne dum Teatro.’

Anúncios
10
Maio
08

Multiculturalismo Identitário e os Dilemas Étnicos nos EUA.

Ao confrontarmos os estudos étnicos e plurilinguísticos nos Estados unidos, neste virar de milénio e com as afirmações grupais de minorias cada vez mais audíveis no que à igualdade e reconhecimento epistémico concerne, denotamos um espaço contraditório de múltiplas posições opostas entre dois discursos dominantes e que perseguem os destinos sociais da América, desde Lincoln, passando por Luther King, Kennedy ou mesmo os Hippies, até, se quisermos, à desconfiança actual para com as populações Muçulmanas e do norte de África, facto generalizado pelo terrorismo religioso.

Continue a ler ‘Multiculturalismo Identitário e os Dilemas Étnicos nos EUA.’

19
Mar
08

Nós e os bichos!

A verdade é que está cenário político está a entrar no domínio do completo caos. Despindo a capa de blogger respeitável apetece dizer que está tudo doido.
Quem é esta gente desocupada e mentalmente apática que se preocupa em legislar um dia nacional para os cães. Sim, ouviram bem, não é nenhuma brincadeira ou metáfora de qualquer espécie.
Anda a rolar por esta altura, uma petição na bancada do PSD que visa reconhecer o nosso “melhor amigo” em data simbólica como prioridade nacional, em cadernos de encargos de indivíduos como Ana Manso, Montalvão Machado ou Marques Guedes – este aliás, líder parlamentar.
Eu já nem falo que os dias nacionais e feriados incorrem a tributos humanistas, que a atribulação interna do PSD justifique certos folhetins arremessando areia para os olhos de muita gente. Ou que o sentido obrigatório da acção política deve ter em conta outras pastas de interesse nacional.
Mas é sempre bom reconhecer quais as medidas que os “laranjas” cogitam para prevenir o abandono e maltrato de animais domésticos.
Até porque a sensibilização social conjugada com o enquadramento legal de protecção a animais domésticos pode e deve ser um imperativo de um estado de direito. Mas o ridículo tem limites ao considerar esta ideia peregrina e o rol de aberrações políticas que aí se fazem.
Mesmo que muitos ignorem alguns princípios básicos da democracia, uma câmara de deputados representativa dos seus eleitores tem como função orientar os destinos de uma nação de acordo com regras de bom-senso e racionalidade prática. Esta proposta é um atentado à confiança e respeito de qualquer cidadão informado, independente e mentalmente estável.
Mas atendendo o que temos visto desta associação recreativa (PSD) como lhe chama o Henrique Raposo nada disto é estranho e imprevisível.
À falta de uma estratégia responsável e alternativa cada um joga com o que tem e com que nos pode dar. E esse é o verdadeiro problema da direita nos dias que correm.

16
Mar
08

Fantasma da Ópera: impacto social e deriva estética.

Após múltiplas versões, adaptações e espoliações à obra visionária e clássica do escritor/jornalista Francês Gaston Leroux é importante verificar o que de substancial e perdurante ficou de tantas interpretações e leituras.
Que o cinema e as artes de espectáculo se tornaram voláteis pelo mediatismo do consumo moderno e a memória colectiva desgastada pelas sobredoses industriais de produtos resultantes, é um facto.
Mas esses entraves, paradoxalmente, tornam ainda mais extensível a proeminência do objecto criado entre a miscelânea da quantidade e da qualidade – quando a há.

Continue a ler ‘Fantasma da Ópera: impacto social e deriva estética.’

12
Mar
08

Portugal, uma interpretação social.

No âmbito de uma disciplina da universidade que tratava do reconhecimento da cultura e diáspora portuguesa, foi-me pedido uma breve análise e resumo de uma obra que explorasse este característico universo que é a cultura portuguesa.

Optei por um desafio arriscado que me tirou algumas horas de sono mas que valeu bem a pena pela substância e pertinência retidas no ensaio de Luís Cunha: “Identidade da Nação; Encenação e Narrativa”. 

Aqui fica por minhas palavras o resumo da obra num enfoque sintáctico, semântico e discursivo.

Continue a ler ‘Portugal, uma interpretação social.’




Blog Stats

  • 48,966 hits
Outubro 2017
S T Q Q S S D
« Out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031