09
Mar
10

Unlock thoughts: “As viagens de Rosa Vaz”

ASS: Manuel A. Fernandes

Cidadã do mundo, autodidacta de formação e artista por vocação.

Haveria mil e uma maneiras de introduzir esta exposição e de condensar nestas linhas, o espírito rebelde e a contagiante iniciativa e intensidade da sua mentora. Porém, e não tendo qualquer pretensão em fazê-lo, essa seria uma tarefa ingrata para qualquer escriba que se debruçasse no pitoresco e viciante mundo de Rosa Vaz. Com um vasto currículo de exposições individuais e colectivas em Portugal e no estrangeiro, a pintora veste também a capa de promotora cultural com um grande enfoque na lusofonia que serviu/serve de fonte inesgotável para a sua (re)criação individual. A esse respeito, são impressionantes os papeis que esta multifacetada vem desempenhando na defesa das artes: pintora, artista plástica, activista e promotora, membro de várias associações culturais no norte do pais e titular do projecto ARTÁFRICA da Fundação Calouste Gulbenkian, a artista está representada numa extensa lista de colecções particulares, públicas e institucionais.

Rosa Vaz ao lado da sua "cidade branca"

Posto isto, “Unlock thoughs” não é um mero título insípido e vago copiosamente destinado a servir de cara a mais uma exibição de pintura e cerâmica. Ultrapassa os formalismos conceptuais e vem marcar uma posição sólida e honesta quanto ao estado de espírito da sua portadora. A intencionalidade e a liberdade do conjunto das vinte e uma obras, expostas na Galeria Actual, traduzem na sua essência mais uma fase da vida desta angolana adoptada por Braga. A “mente aberta” exige um desafio constante ao observador, uma experiência sensorial nas incidências aí retidas. Uma partilha de impressões, emoções e truísmos do “eu artístico”, que impele a sua desconcertante intimidade na figura das suas telas. Um processo de intenções de Rosa Vaz  que não permite a indiferença ao receptor e que nos confronta com o seu “nascer continuado”, nas palavras de Merleau-Ponty. Os presentes na inauguração lisboeta responderam afirmativamente.

Fruto da sua forte personalidade e das raízes inatas da sua África natal, a artista parte para uma conjugação enformada das culturas que lhe são afectas e pelo meio ocidental e citadino que a envolve. É, precisamente, nestas duas vertentes basilares que a sua extensa obra a reflecte, representada por fortes tonalidades e contrastes, pelas linhas ritualistas e exóticas e pelas cidades e vivências sobrepostas no seu imaginário. Uma vez, a visão de uma inocência angolana perdida no caos cosmopolita da polis, noutras a transformação sofisticada da técnica apreendida no fundo telúrico e mágico da sua meninice.

Essa visão dicotómica entre as raízes angolanas e o abstraccionismo europeu são os sinais mistos da singularidade artística que a torna num caso sério e verdadeiramente único no panorama nacional. Com uma vasta carreira de mais vinte anos feita a pulso e de uma forma estóica e determinada, Rosa Vaz veio assinalar com mais esta exposição qual a verdadeira dimensão da arte na sua vida – indissociável dos seus prazeres mundanos e das rotinas diárias. Uma entrega avassaladora.

Rosa Vaz, cidadã do mundo, autodidacta de formação e artista por vocação.


2 Responses to “Unlock thoughts: “As viagens de Rosa Vaz””


  1. 1 safrb
    Abril 10, 2010 às 1:06 pm

    Muito Bem
    Sim senhor MAnuel.

  2. 2 Juliana e Ana 5º E
    Maio 18, 2010 às 12:27 pm

    olá professora !! Tá muito gira !! a sua “cidade branca” é muito bonita!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Blog Stats

  • 47,723 hits
Março 2010
M T W T F S S
« Fev   Out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

%d bloggers like this: